Uma das dietas que tem causado uma verdadeira revolução é a dieta volumétrica. Essa dieta foi desenvolvida por uma nutricionista norte americana e promete ajudar as pessoas a emagrecer sem passar fome. Embora essa dieta esteja causando muito burburinho entre as pessoas que buscam perder peso, ainda há dúvidas sobre o que é a dieta volumétrica e como ela funciona.

É fato que a cada dia que passa, novas dietas para emagrecer surgem no mundo inteiro, e a maioria delas oferece propostas de emagrecimento tentadoras. A diferença da dieta volumétrica com outras dietas para emagrecer é que ela realmente funciona.

O segredo da dieta volumétrica é consumir uma boa quantidade de alimentos pouco calóricos e que proporcionem maior saciedade. Na dieta volumétrica os alimentos ricos em fibras e em água devem ser prioridade no cardápio alimentar das pessoas.

LINKS PATROCINADOS

As fibras são digeridas de maneira mais lenta e por isso a sensação de saciedade duraria por um tempo maior. Alem disso, os alimentos ricos em fibras costumam ser pouco calóricos e altamente nutritivos, proporcionando inúmeros benefícios para o organismo.

Mas para que todos os benefícios do consumo de fibras sejam aproveitados é indispensável o consumo de água ou alimentos ricos em água durante o dia a dia. O ideal é consumir em média 3 litros de água por dia, já que a água também prolonga a sensação de saciedade.

A vantagem da dieta volumétrica é que ela não é uma dieta restritiva, e são permitidos o consumo até mesmo de carboidratos e gorduras. Porém, esses alimentos devem ser consumidos com cuidado e em poucas quantidades para que não haja o consumo exagerado de calorias.

Para que a dieta dê bons resultados é muito importante comer nos horários corretos e fazer 5 refeições por dia. Fazer exercícios também é fundamental para perder peso com saúde.

Agora que você já sabe como fazer a dieta volumétrica, confira logo abaixo o cardápio da dieta volumétrica para que você possa seu alimentar corretamente e de forma saudável e balanceada.

Cardápio

CAFÉ DA MANHÃ

Opção 1
• 1 fatia de mamão
• 1 pote de iogurte desnatado (ou light) com 1 col. (sobremesa) de semente de linhaça triturada e 1 col. (chá) de aveia

Opção 2
• 1 fatia de melão
• 1 xíc. (chá) de leite desnatado com café (sem açúcar ou com adoçante)
• 2 fatias de pão integral com 2 col. (chá) de requeijão light

Opção 3
• 1 banana-prata amassada com 1 col. (sopa) de aveia em flocos e 1 col. (sobremesa) de semente de linhaça triturada
• 1 xíc. (chá) de chá verde
• 1 fatia de pão integral light com 1 col. (sopa) de patê de ricota (ricota amassada com 1 fio de azeite e ervas)

Opção 4
• 1 copo (200 ml)  de suco de maracujá com adoçante
• 2 fatias de pão integral light com 2 fatias de queijo branco e 1 fatia de peito de peru

Opção 5
• 1 ameixa fresca (ou 2 ameixas secas)
• 1 xíc. (chá) de leitedesnatado com café (sem açúcar ou com adoçante)
• 1 fatia fina de bolo simples

LANCHE DA MANHÃ

Opção 1
• 1 xíc. (chá) de leite desnatado com café (sem açúcar ou com adoçante)

Opção 2
• 1 fatia de pão integral light com 1 fatia média de queijo branco com orégano
• 1 xíc. (chá) de chá verde

Opção 3
• 1 pote de iogurte desnatado (ou de fruta light)

Opção 4
• 1/2 pap aia com 1 col. (sobremesa) de semente de linhaça triturada

Opção 5
• 2 castanhas-do-pará
• 1 queijo fundido light (tipo Polenguinho Fibras)

ALMOÇO

Opção 1
• Salada de alface crespa, tomate caqui e manjericão fresco à vontade
• 3 col. (sopa) de abóbora cozida
• 3 col. (sopa) de arroz integral
• 2 col. (sopa) de lentilha
• 1 filé (100 g) de carne magra (contrafilé, alcatra, patinho) grelhado
• 1 picolé de fruta

Opção 2
• Salada de rúcula, beterraba ralada e palmito à vontade
• 3 col. (sopa) de abobrinha italiana refogada com alecrim
• 3 col. (sopa) de arroz integral
• 2 col. (sopa) de feijão
• 1 filé (100 g) de frango grelhado
• 1 bombom (tipo Alpino)

Opção 3
• Salada de rúcula, tomate (à vontade) e 2 col. (sopa) de grão-de-bico
• 1 prato (raso) de  macarrão integral ao sugo e cubos de queijo branco
• 3 col. (sopa) de espinafre refogado
• 1 banana assada com canela

Opção 4
• Salada de alface crespa, alface roxa, rúcula e abacaxi à vontade
•3 col. (sopa) de berinjela refogada com tomate
• 3 col. (sopa) de arroz 7 grãos (ou integral)
• 1 filé (120 g) de peixe (abadejo ou linguado) ensopado
• 1 taça de gelatina diet com fruta picada

Opção 5
• Salada de alfaceamericana, agrião,  cebola roxa e cenoura ralada à vontade
• 3 col. (sopa) de chuchu refogado com tomate
• 3 col. (sopa) de arroz integral
• 2 col. (sopa) de feijão
• Omelete (feito com 1 ovo, tomate, cebola e ervas)
• 1 pedaço (30 g) de chocolate meio amargo

LANCHE DA TARDE

Opção 1
• 1 cacho médio de uva (ou 1 pera)
• 2 torradas com 2 fatias finas de queijo branco e orégano

Opção 2
• 3 damascos
• 2 castanhas-do-pará

Opção 3
• 1 fatia média de melancia

Opção 4
• 1 pote de iogurte desnatado (ou de fruta light)

Opção 5
• 1 xic. (chá) de chá verde
• 2 torradas com 2 col. (chá) de requeijão light

JANTAR

Opção 1
• Salada de alface crespa, cenoura ralada e tomate à vontade
• 2 col. (sopa) de arroz integral
• 1 pedaço (100 g) de frango ensopado com tomate

Opção 2
• Salada de alface, tomate-cereja e cebola à vontade
• 1 porção (100 g) de quibe assado

Opção 3
• Salada de rúcula, palmito e tomate à vontade
• 1 porção (120 g) de lasanha de abobrinha com mussarela (ou abobrinha ao forno com molho à bolonhesa)

Opção 4
• Salada de couve manteiga, tomate e cebola roxa à vontade
• 1 prato (fundo)de sopa de legumes
• 1 fatia de pão integral light

Opção 5
• 2 fatias de pão integral light com atum light, rúcula e tomate

Bebidas: entre as refeições, beba de 2 a 3 litros de líquido – prefira água ou chá sem açúcar. Água de coco e café são bem-vindos, mas em doses moderadas.