A esclerose múltipla é uma doença que atinge o sistema nervoso do ser humano, danificando principalmente o cérebro e o cordão espinhal, e que, infelizmente, não tem cura. E se o paciente com esclerose múltipla não receber o tratamento adequado para a doença podem desenvolver vários problemas de mobilidade.

Os sintomas da esclerose múltipla são: problemas visuais, fraqueza muscular, depressão, dificuldades de coordenação motora, alteração nas sensações, distúrbios de linguagem, falta de equilíbrio, dormência nas extremidades do corpo, entre outros.

Na maioria dos casos de esclerose múltipla, a doença se desenvolve rapidamente deixando os pacientes incapacitados. E quanto mais velho for o paciente, mais rápido a esclerose múltipla irá progredir.

O diagnóstico da esclerose múltipla é feito através de exames como ressonância magnéticae outros. Os exames deverão ser levados a um médico neurologista. E caso o diagnóstico seja positivo, o tratamento deverá ser iniciado o mais rápido possível.

O tratamento da esclerose múltipla é feito através de fisioterapia, psicoterapia e medicamentos antivirais. Por ser uma doença crônica, uma vez desenvolvida a esclerose múltipla o tratamento deverá ser feito durante toda a vida do paciente.

Agora que você já sabe o que é a esclerose múltipla, quais os seus sintomas e também como tratar esclerose múltipla, fique atento aos sinais dessa doença e caso você perceba algum sintoma procure um médico imediatamente.