O terceiro molar, chamado popularmente de dente de siso, é o responsável por provocar inúmeros problemas bucais, e por isso é aconselhável que ele seja extraído.  Ao todo, existem quatro dentes de ciso na boca, sendo dois superiores e dois inferiores, e são os últimos dentes a nascer.

Geralmente a erupção dos dentes de siso ocorre entre depois dos 17 anos, e não são todas as pessoas que possuem dente de ciso. Em alguns casos o dente de siso não surge porque está mal posicionado ou porque não tem mais espaço na arcada dentária.

No caso de não haver espaço na arcada dentária, pode ocorrer que o dente de siso empurre os outros dentes e faça com que eles mudem de posição, podendo ocorrer uma deformação na arcada dentária.

O dente de siso também provoca inflamação na gengiva quando ele começa sua erupção. A retirada do dente de siso é indicada pelos dentistas quando não há espaço para o surgimento do mesmo ou quando só ocorre a erupção parcial. E quando se faz a extração de um siso, é aconselhável que seja feita a extração do outro siso de mesmo lado ( inferior ou superior).

Antigamente a cirurgia de retirada do dente de siso era muito temida, porem com o avanço das técnicas e o surgimento de novas anestesias mais potentes, não há com que se preocupar. Já é possível a retirada do dente de siso com o mínimo de dor e pouquíssimas chances de complicação.

Para saber se seu dente de siso de causará grandes problemas, o ideal é que você procure um odontologista para tirar suas dúvidas e analisar sua arcada dentária.